Blog

28jun

Gerenciando Custos de Frota: TCM X TCO

Gerenciando Custos de Frota: TCM X TCO

banner

Se você está buscando excelência em gestão de frotas, focar em Custo Total de Propriedade, ou TCO (Total Cost of Ownership), é um bom começo. Entretanto a tendência internacional que vem crescendo são empresas que pensam um passo a frente desenvolvendo suas métricas baseadas em Custo Total de Mobilidade, ou TCM (Total Cost of Mobility).

Dentro da metodologia TCO, o gestor tem a atenção voltada para o mapa de indicadores que permite criar a base de todos os custos da frota, incluindo aqueles diretamente ligados à compra e manutenção dos veículos, os custos de colisões e outros custos indiretos relacionados aos comportamentos e atitudes dos condutores. Já para o TCM, é preciso olhar de forma mais ampla e leva em consideração todas as pessoas dirigindo a serviço da empresa com consideráveis riscos de colisão, emissões de CO2 e gasto de tempo. Nessa metodologia há um trabalho em conjunto com as áreas de Segurança e Meio Ambiente, Recursos Humanos e Gestão de Frotas, para monitorar os indicadores relevantes e comunicá-los de forma eficaz à gerência da empresa.

É extremamente importante mudar a forma de ver a frota e o que é excelência na gestão de frotas. Muitas empresas ainda concentram esforços exclusivamente no momento da renovação do parque de veículos, seja na negociação com as montadoras para alcançar maiores descontos, seja na negociação com as locadoras para as menores parcelas de aluguel mensal. E acreditam que com isso obtiveram os níveis ótimos de custos para sua frota. Nem têm ideia dos custos envolvidos com os acidentes, o tempo não produtivo dos condutores e os impactos gerados no meio ambiente.

Para tomar controle sobre todos estes custos, é preciso pensar em uma gestão de frotas integrada, combinando informações de diversas fontes e, eventualmente, empresas distintas, como locadora, seguradora, ferramenta de cartão combustível, telemetria e outras. É preciso desenvolver instrumentos gerenciais que permitam aos clientes focarem no TCM e não somente no TCO.